Walter Lins

Desde criança sonhava viver várias vidas. Desta época, lembra-se dos filmes da RKO que via nas madrugadas e dos espetáculos dos circos sem lona que paravam na sua cidade. Aos 13 anos tentou entrar para o grupo de teatro da igreja e não conseguiu. Montou então, ele próprio, o grupo de teatro TRAGICÔMICO. Escrevia, dirigia, atuava, montava figurinos, cenários, trilha sonora e maquiagem, com as referências do que imaginava ser teatro. Com este grupo viajou por alguns povoados de seu Estado natal, Alagoas. Algum tempo depois, mudou-se para São Paulo para estudar teatro e profissionalizar-se.
Fez cursos de cinema com José Mojica Marins e Wilson Rodrigues; oficina de teatro com Volney de Assis, voz com Eudosia Acuña Quinteiro, sapateado com uma das irmãs Botero, mímica com Luís Louis; figuração em programas do SBT; remontou o GRUPO TRAGICÔMICO produzindo as peças: O DESTINO, NINHO DE COBRAS e JULINHA, A MENINA QUE QUERIA SER FADA. Participou ainda das peças: MEDEA, O CÂNTICO DA TRAIÇÃO com o grupo MUDAS DE TEATRO, MAN OF LA MANCHA com o grupo de teatro da CULTURA INGLESA, A GALINHA AFETUOSA com o grupo FABRICA DE TEATRO e finalmente montou junto com outros colegas, a Companhia ENCENA onde exercita sua inquietação, participando de todas as fases de gestação de cada produção. Além de atuar em todas as montagens da Companhia, é ainda responsável pelos figurinos e maquilagem. Na Encena, participou dos espetáculos: O INTERROGATORIO, ANTIBIOTICOS, NOSSA CIDADE, FRIQUEPAUER POPICORNE SHOW, O GRANDE AMOR DE NOSSAS VIDAS, ESPETO DE CORAÇÃO, O MERCADOR DE VENEZA (2003 e 2005) e SEX SHOP CAFÉ.