O Espetáculo

Com descontração e bom humor, dois jovens recém-formados de um curso de arte dramática de qualidade um tanto duvidosa, cantam paródias, dançam, apresentam programas de auditório e contam piadas sempre assessorados por duas "Power Girls", uma mistura de dançarinas de musicais, Tele-Moças e Chacretes.
Paródias com letras picantes, coreografias frenéticas e muita cor levam ao público uma lufada de energia, alegria, alto astral e a certeza de que rir ainda é o melhor remédio, principalmente quando o alvo, aparentemente, são os outros.
 

Concepção

O espetáculo segue a linha de um estilo surgido há alguns anos e que ficou conhecido como "Besteirol", por ser despretencioso, irreverente e com o objetivo único de fazer rir. O humor é debochado, escrachado e politicamente incorreto.
Friquepauer Popicorne Show alterna paródias picantes de músicas populares com esquetes de humor, satirizando os atuais fenômenos criados pela mídia - Duplas Sertanejas, Pagodeiros, Padres Modernosos, Mocinhas Mascaradas, Ídolos do Axé, Loiras do Tchan, Preparadores de Atores, Ídolos Mirins, Humoristas de Ocasião, Programas Vespertinos, Ídolos Pop, Cantores de Rap, Apresentadoras de Programas Infantis e Galãs Rambosos .
O ritmo ŕ alucinante, quase videoclíptico, com inúmeras trocas de adereços e figurinos.

 

Roteiro

Abertura
Música 1: Ganhar um tutu

Cena 1: Consultório Sentimental ou Cretinas Respostas para Perguntas Imbecis
Música 2: Bate Aqui
Música 3: Menino Sebento
Música 4: Homem Seguro

Cena 2: Prodígios Mirins ou Insuportáveis Monstrinhos
Música 5: ABC do Bêbado
Música 6: Chega Aí
Música 7: Melô da Baranga

Cena 3: Os Reis do Riso ou Morra de não Rir
Música 8: Foi
Música 9: Namorado Gay

Cena 4: Manual de Representação ou A Arte de Criar Canastrões
Música 10: Boneca Sensual
Música 11: Não Enche Bete
Música 12: Freezer
Música 13: Friquepauer